EN

| |   |   |  

FILIGRANA ARTESANAL GANHA NOVO SELO DE GARANTIA

Os municípios de Gondomar e da Póvoa de Lanhoso apresentaram, no passado dia 12 de julho, num evento organizado na Pousada do Porto, Hotel Palácio do Freixo, o programa de certificação da “Filigrana de Portugal”. Com esta iniciativa, pretende-se apresentar uma nova garantia de qualidade para o consumidor, promovendo a filigrana artesanal em Portugal e em todo o mundo.


O processo, que começou a ser moldado em março de 2017, arrancou com 21 unidades de produção artesanal, que já receberam as primeiras certificações. O objetivo é chegar a muitas outras, “fazendo um ato de justiça para com os artesãos que há muitos séculos preservam esta técnica, não desistindo de afirmar a filigrana como elemento distintivo na ourivesaria tradicional”, afirmou Avelino Silva, Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso.


O novo reconhecimento das caraterísticas da produção artesanal e autónoma vem apoiar a preservação do trabalho dos artesãos portugueses. A certificação foi atribuída pela Aderecertifica, organismo acreditado pelo Instituto Português da Acreditação, cumprindo todos os requisitos previsto no Sistema Nacional de Certificação das Produções Artesanais Tradicionais.


O caderno de especificações para a certificação da filigrana, pretende-se estreitar a relação de confiança com o consumidor, permitindo-lhe reconhecer, de forma fidedigna e mais segura, a filigrana artesanal nas suas mais variadas formas de expressão – joalharia, vestuário, decoração e mais diversos artigos.

 
Cumprindo uma ambição antigas das duas autarquias, o anúncio da iniciativa antecede também a candidatura oficial da filigrana a Património Imaterial da Humanidade, conforme adiantaram os representantes, com o objetivo de preservar uma identidade que tem um valor cultural incalculável para o país.

 

Aceda ao site Filigrana de Portugal aqui.


SHARE WITH


16 · 07 · 2018